Bullying: Responsabilidades e Hipocrisias

Série: Prêmio IgNóbil de Educação 2007
Bullying: Responsabilidades e Hipocrisias
Bullying é a prática sistemática de agressões físicas ou morais (xingamentos, humilhações etc) contra alunos nas escolas.

O programa “combate ao Bullying” (TV Legislativa de SP, 18/08/2007) é um desserviço total aos alunos, pais e comunidade. Talvez nunca tenhamos visto um programa de tv que desinformasse tanto sobre a questão das responsabilidades dos professores na cotidiana prática do Bullying nas escolas.

Quem tem medo de ouvir os alunos, pais e comunidade?
O programa “Combate ao Bullying” apresentou o PL 350/2007, do deputado estadual Paulo Barbosa (PSDB-SP)…
O que mais chamou a atenção foi a total omissão dos debatedores em relação às responsabilidades dos professores…
Todos falando das responsabilidades das criançass, dos jovens e da família…
Detalhe: não havia representatnes dos alunos, nem das mães, nem dos pais, e nem da comunidade do entorno das escolas…

Cadê a responsabilidade dos professores?
Na “justificativa” do Projeto PL 350/2007, o deputado Paulo Barbosa cita os casos da escola Columbine (Colorado-EUA) e da escola de Taiúva (SP-Brasil):
– Em Colorado (EUA), dois adolescentes do ensino médio mataram 13 pessoas e deixaram dezenas de feridos, em um repentino ataque com arma de fogo. Após o ato, cometeram suicídio. Os agressores sofriam constantes humilhações dos colegas de escola.
– Em 2004, um aluno de 18 anos de uma escola de Taiúva (SP) feriu oito pessoas com disparos de um revólver calibre 38, suicidando-se em seguida. O jovem era obeso e, por isso, vítima constante de apelidos humilhantes. Alvo de gargalhadas e sussurros pelos corredores.

Por que será que o nobre deputado “esqueceu-se” de informar que as humilhações aconteciam sob o olhar complacente dos professores? Vejam que as notícias da época davam conta de que os alunos eram humilhados na sala de aula ou até mesmo na frente dos professores:
– “Uma ex-colega disse à Folha que Freitas chegou a sair chorando da sala de aula por ser chamado de “gordo” e “vinagrão”.” (”Segundo a polícia, atirador de Taiúva escolheu alvos“, Folha Online, 29/01/2003);

continua…

Postado por Mauro A. Silva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s