Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito Evandro Pelarin,


Evandro Pelarin é uma personalidade do poder judiciário brasileiro que distribui conselhos para pessoas através de seus shows televisivos e, mais recentemente, através do seu blog.

Recentemente, em um caso de uma aluna denunciando a professora por constrangimento ilegal e abuso de autoridade, o juiz afirmou que, em suas decisões, a presunção é sempre em favor do professor, para manter a ordem dentro das escolas. A professora manda e não tem que debater. E ponto final.

O texto abaixo é uma carta aberta ao Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito Evandro Pelarin, escrita por um cidadão brasileiro e também disponibilizada na Internet.

“Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito Evandro Pelarin,

Obrigado por ter feito tanto para educar as crianças e adolescente no que diz respeito à Lei de Deus. Eu tenho aprendido muito com seu show televisivo e seu blog; e tento compartilhar o conhecimento com tantas pessoas quantas posso.

Quando alguém dos “direitos humanos” (1) tenta defender as “hordas juvenis” (2) dos castigos, por exemplo, eu simplesmente lembro-lhes que Provérbios-19:18 claramente afirma: “Castigue a criança, você mesmo, com a vara, e assim a livrará do inferno” (3). Fim do debate.

A palavra de Deus é eterna e imutável.

Mas eu preciso de sua ajuda, entretanto, no que diz respeito de alguns casos específicos e como resolvê-los segundo a Bíblia Sagrada:

a. Nas festas juninas, eu pretendia sacrificar um touro na fogueira de São João, pois isso cria um odor agradável para o Senhor (levíticos 1:9). Mas a diretora da escola não deixou. Devo matá-la por heresia?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

b. Minha filha tem dado muito trabalho: não quer estudar e reclama sempre dos professores e da escola. Eu gostaria de vendê-la como escrava, como é permitido em Êxodo 21:7. Na época atual, qual você acha que seria um preço justo por ela?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

c. Eu sei que não é permitido ter contato com uma mulher enquanto ela está em seu período de impureza menstrual (Levíticos 15:19-24). O problema é: como eu vou saber se as professoras dos meus filhos estão neste período de impureza? Devo fazer a pergunta para cada uma das professoras e para a diretora? Eu tenho tentado, mas a maioria das mulheres toma isso como ofensa.

A palavra de Deus é eterna e imutável.

d. Levíticos 25:44 afirma que é possível possuir escravos, tanto homens quanto mulheres, se eles forem comprados de nações vizinhas. Isso se aplica tanto a bolivianos quanto a argentinos? Você pode esclarecer isso?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

e. Devido à suspensão de aulas durante a “gripe suína” e à greve dos professores, a escola insiste em funcionar aos sábados, com funcionários, professores e direção escolar trabalhando no Dia do Senhor. Êxodo 35:2 claramente afirma que deve ser morto quem trabalha aos sábados. Eu sou moralmente obrigado a matá-los?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

f. Escolas de Santa Catarina estão oferecendo moluscos na merenda escolar (4), o que é uma abominação (Levíticos 11:10). Mas será que isto é uma abominação menor que a homossexualidade? Eu não concordo. Você pode esclarecer esse ponto?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

g. Levíticos 21:20 afirma que eu não posso me aproximar do altar de Deus se eu tiver algum defeito na visão. Mais de 20% das crianças e adolescentes têm problemas de visão e precisam de óculos. A visão tem mesmo que ser 100%, ou pode-se dar um jeitinho?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

h. A maioria dos adolescentes homens apara a barba, inclusive o cabelo das têmporas, mesmo que isso seja expressamente proibido em Levíticos 19:27. Como eles devem morrer?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

i. Eu sei que tocar a pele de um porco morto torna as pessoas impuras (Levíticos 11:6-8). Mas as crianças e adolescentes podem jogar futebol se usarem luvas? E comer salgadinhos de bacon? Isso pode?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

j. Na escola de meus filhos tem uma horta. Ela viola Levíticos 19:19 plantando dois tipos diferentes de vegetais no mesmo campo. Os funcionários, professores e direção escolar também violam Levíticos 19:19 porque vendem uniformes escolares feitos de dois tipos diferentes de tecido (algodão e poliéster). É realmente necessário que eu chame toda a cidade para apedrejá-los (Levíticos 24:10-16)? Nós não poderíamos simplesmente queimá-los em uma cerimônia privada, como deve ser feito com as pessoas que mantêm relações sexuais com seus sogros (Levíticos 20:14)?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

k. Caso 42 alunos dêem risadas da careca de um professor (ou de um juiz), por exemplo, devemos aplicar medidas pedagógicas ou seguir o exemplo de Eliseu (2º Livros dos Reis, 23-25): amaldiçoar as crianças e invocar a fúria de Deus, rogando-Lhe para que faça aparecer duas ursas para disciplinar estes menores de idade escarnecedores?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

l. Caso dois alunos adolescentes de 14 anos estuprem uma aluna de 13 anos, numa ilha, sendo um filho de um delegado e outro neto do dono de uma grande empresa de comunicação, devemos usar o Estatuto da Criança e do Adolescente ou simplesmente apedrejar a todos (estupradores e a vítima que não gritou), conforme ensina Deuterônimo-22? Ou punir a vítima com mais abusos e esquartejá-la conforme ensina Juízes-19?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

m. Tanto a Constituição Federal quanto a lei federal 8069/1990 obrigam a respeitar as crianças, preservando-lhes a imagem e colocando-as a salvo de maus-tratos, torturas e outros tratamentos degradantes. O Estatuto da Criança e do Adolescente –ECA, proíbe expressamente “Divulgar, total ou parcialmente, sem autorização devida, por qualquer meio de comunicação, nome, ato ou documento de procedimento policial, administrativo ou judicial relativo a criança ou adolescente a que se atribua ato infracional” (artigo 247).

Devemos rasgar a Constituição Federal, o Estatuto da Criança e do Adolescente, e a Convenção Internacional dos Direitos da Criança? Devemos substituir estes textos legais pela Bíblia Sagrada para atender ao mais elevado fanatismo religioso de órgãos de comunicação e autoridades públicas na sua cruzada para demonizar nossas crianças e adolescentes? Devemos oferecer as crianças demoníacas em holocausto sempre que aparecer um iluminado ouvindo vozes do além e pregando a palavra de Deus?

A palavra de Deus é eterna e imutável.

Eu sei que Vossa Excelência estudou essas coisas a fundo. Então estou confiante que possa ajudar. E, juntamente com o brilhante jornalista Carlos Alberto Di Franco, com o magistral filósofo Olavo Carvalho, e com o superior ministro conselheiro Ives Gandra Martins Filho, somados aos ensinamentos da T.F.P., nós, o povo eleito, voltaremos aos gloriosos tempos da Idade Média, onde não se falavam nestas bobagens de igualdade, liberdade e fraternidade; muito menos se falavam em direitos humanos.

Obrigado novamente por nos lembrar que a palavra de Deus é eterna e imutável.

Seu discípulo e fã ardoroso.”

(Divulgado por Mauro Alves da Silva – Autor da cartilha COMO EDUCAR MEU PROFESSOR EM 10 LIÇÕES.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s