Escola Pública ou Cemitério Maldito?

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.
Lembram da famigerada política educacional do estado do Paraná? Eles colocavam a polícia dentro das salas de aulas para revistar os alunos na frente das câmeras da TV Globo…
Pois é de lá que vem mais uma notícia tenebrosa:
“Zelador confessa ter matado e queimado corpos de jovens encontrados em fossa de escola” (Escola Estadual Vinícios de Moraes, Campos Mourão, estado do Paraná – leia aqui).

Vejam o que disse a professora Marta Bellini sobre o caso:
Vi, sim essa notícia. Ela deixa mais triste o mundo em que vivemos. NINGUÉM ACUSA O PREDADOR SEXUAL. E se há acusação ninguém dá bola. É ESTARRECEDOR esse caso. O diretor da escola foi avisado dos assédios às meninas alunas. Fez alguma coisa? Nada! Nesse mundo machista, o homem diretor foi negligente. Deve ter pensado: ah, essas meninas é que se mostram! Resultado: assassinato!
O crime por assédio sexual é muito difícil de ser provado. O assediador preda sua presa. Como predador faz isso longe de outras pessoas, em 4 paredes. MAIS: esse crime prescreve em 6 meses. Fica a ferida aberta na presa. Fica humilhada, sozinha, desesperada e, as vezes, é assassinada. Conheci um caso assim. (leia aqui: “Por que não denunciamos assédio sexual?“).

10 anos sem Sandra Gomide
Hoje, 20 de agosto de 2010, faz 10 anos que a jornalista Sandra Gomide foi covardemente assassinda com dois tiros: o primeiro foi dado nas costas e o segundo na cabeça.
O assassino, um jornalista que fazia parte da direção do Jornal O Estado de São Paulo, confessou o crime. Mas, embora julgado e condenado em 2006 pelo Tribunal do Juri a 19 anos de cadeia, o assassino recorreu e continua livre e solto…
Vale destacar que a jornalista Sandra Gomide sofria ameças e era perseguida por este diretor, mesmo após ela ter sido demitida do jornal por este diretor quando terminou o namoro com ele…
Essa introdução foi feita para denunciar a injustiça e a impunidade quando o caso trata dos crimes praticados pelos “DiMaior”, principalmente quando são poderosos e podem pagar bons advogados. No Brasil, a prática diária tem demonstrado que a lei penal é para os “3 Ps” (pretos, pobres e prostitutas)… tem rede de televisão que até já incluiu um quarto “P”, de “pivetes”…
Este universo de impunidade também ocorre nas escolas públicas. Não é raro recebermos denúncias de funcionários ou professores sendo assediados moralmente e até mesmo sexualmente por dereteores de escolas.

O caso de duas alunas assassinadas na escola estadual Vinícios de Moraes (Sarandi, Paraná) é mais uma prova de que o Brasil não protege as mulheres e muito menos as alunas das escolas públicas.

Anúncios

2 Respostas para “Escola Pública ou Cemitério Maldito?

  1. Pingback: Qual é a Pior Escola do Brasil? – Prêmio IgNóbil de Educação 2010 « COEP – Comunidade de Olho na Escola Pública

  2. Pingback: Vencedores do Prêmio IgNóbil de Educação 2010. « Cremilda Dentro da Escola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s