Herman Voldemort e o professor-assassino.

O novo secretaria de educação de SP, Herman Voorwald, está seguindo o mesmo caminho do seu padrinho político, o também fanático Gabriel Chalita.
O ex-secretário Gabriel Chalita tratava as professorinhas como “santas-abnegadas”… e não ouvia as reclamações dos alunos nem das mães e nem da comunidade… professorinhas-santas não eram fiscalizadas e nem cobradas pelos seus péssimos desempenhos… a política oficial era mandar as professorinhas-santas para o exterior, para fazerem cursos de “capacitação” (sic) em Londres, Paris e Salamanca (Espanha)… era a professorinha-santa fingindo que ensinava e o governo fingindo que fiscalizava.
Em 2004, o então secretário de educação Gabriel Chalita avalizou um documento que afirmava ser normal professor xingar aluno de bicha, que era para cativá-los… o tal professor até foi promovido a coordenador pedagógico!!!
Agora, em 2011, o novo fanático secretário de educação – Herman Voorwald – está avalizando a continuidade de um professor-assassino vendendo aulas nas escolas públicas de SP… este professor-assassino enganou a todos nós durante o ano de 2010, principalmente enganou os alunos da EE Rui Bloem… Mas, agora, com a confissão do professor-assassino (estrangulou a própria esposa), é inaceitável que ele continue vendendo aulas nas escolas públicas… Segundo o Diário Oficial do Estado de SP, o professor-assassino vai vender aulas de matemática na EE Alberto Levy (Avenida Indianópolis nº 1570, S. Paulo-SP).
Em vista deste completo absurdo na educação paulista, o Movimento COEP passará a chamar o atual secretário de educação de SP pelo sugestivo nome de Herman Voldemort (uma mistura de Família Monstro com o Bruxo das Trevas, da série Harry Potter.)

Denunciamos também que o secretário Herman Voldemort está impedindo as professoras gordas de venderem aulas nas escolas… Mas isto acontece ao mesmo tempo em que Herman Valdemort permite que um professor-assassino continue vendendo aulas para as crianças da EE Alberto Levy.

Mais uma denúncia para o Herman Voldemort: o dirigente regional da Diretoria de Ensino Sul-3 continua tratando mal a comunidade local. Ao invés de responder às denuncias de falta de manutenção da EE Regina Miranda (pára-raios está caindo em cima da caixa-d’água), o dirigente acusa o denunciante de caluniador e manda o denunciante cuidar da falta de creches e dos buracos nas ruas da região!!!

Lembramos ao Herman Voldemort que as escolas estaduais vão continuar manipulando as eleições dos conselhos de escola, vão continuar cobrando o uso do uniforme, vão continuar extorquindo as crianças e seus pais com ilegais taxas escolares, e também vão continuar suspendendo e expulsando as crianças com base na ilegal “Cartilha dos Corvos”, eufemisticamente chamada de Normas Gerais de Conduta Escolar…

Por último, desafiamos a todos, inclusive à imprensa, que acompanhe o primeiro dia de aula do professor-assassino na Escola Estadual Alberto Levy.

Anúncios

4 Respostas para “Herman Voldemort e o professor-assassino.

  1. Sinceramente, você tem toda a razão de reclamar, questionar a escola pública. Mas não vi em você vontade nenhuma de mudar. Pelo contrário, você quer que a educação pública piore. É você algum dono de escola particular? Esta não é melhor maneira de criticar. Você critica com tanta violência quanto àqueles que incendeiam ônibus para pedir melhoria no transporte. Calma!!! Assim você vai morrer cedo.

  2. Day Cunha,
    o Movimento COEP sempre apresentou sugestões.
    Nossa principal crítica ao sistema é o fato de excluirem a participação dos alunos, das mães, dos pais e da comunidade na gestão escolar.
    O atual modelo de “escola pública” não passa de um mero “cabidão de empregos” para maus professores.

  3. caaaara, muito bom. se me permite vou usar a imagem de herman voldemort, porque ficou muito boa.
    quarta-feira passada, 13/04 fizemos um ato em frente a EE Culto a Ciencia, em Campinas, onde estariam presentes o governador alckmin e o secretario de educação. o governador nao foi, mas a mumia sim. tivemos uma conversa com ele (registrada em video), só para a confirmação de que ele tem o mesmo projeto de edcuação como mercadoria que todos os outros que vieram antes dele.

    e para quem achou muito violento, acho que as vezes essa agressividade nas palavras é necessaria, ja que muitas pessoas estao como que anestesiadas e precisam disso para acordar.

    VIOLENTO é estudar numa escola que te oprime, te prende e nao te ensina a pensar, e sim a produzir. vioento é ser expulso de uma escola por tentar construir um gremio, mesmo que isso esteja assegurado por uma lei federal. agressivo é ter que passar boa parte do seu dia dentro de uma escola caindo aos pedaços, com uma agua estranha e um banheiro INusavel.
    é isso, satirizar essas figuras é como um balde de agua fria na cara daqueles que ja se acostumaram com isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s