Carlos Nascimento é dono de fábrica de uniformes?


Mais uma vez o jornalista Carlos Nascimento (SBT – Sistema Brasileiro de Televisão) sai em defesa de escolas que atuam de forma ilegal contra os alunos.
Na reportagem “Escola Municipal de Barueri barra alunos sem uniforme” (SBT, 17/02/2011), o jornalista Carlos Nascimento (marido de professora) ignora que existem várias leis que proíbem a exigência de uniforme e a cobrança de taxas nas escolas públicas.
Por que o SBT não divulga a lei estadual paulista nº 3.913/1983? Esta lei proíbe expressamente a cobranças de taxas e a instituição de uniforme obrigatório nas escolas públicas de SP:
“Artigo 1º – Aos estabelecimentos oficiais de ensino do Estado fica proibido:
I – cobrar taxa de matrícula;
II – exigir contribuição pecuniária para a Merenda Escolar;
III – locar dependências do prédio, no todo ou em parte;
IV – cobrar material destinado a provas e exames; 1ª via de documentos, para fins de transferência, de certificados ou diplomas de conclusão de cursos e de outros documentos relativos à vida escolar;
V – instituir o uso obrigatório de uniforme;
VI – vetado
VII – exigir qualquer outra forma de contribuição em dinheiro.
Artigo 2º – Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação.
Palácio dos Bandeirantes, 14 de novembro de 1983.
ANDRÉ FRANCO MONTORO”

SBT “livra” a cara do prefeito Rubens Furlan e do secretário Celso Furlan (irmão do prefeito).
É um apena que a reportagem do SBT não informou o nome do prefeito de Barueri (Rubens Furlan) e nem o nome do secretário de educação (Celso Furlan), pois assim saberíamos que eles já tem “maus antecedentes”:
23/03/2010 – Barueri – TV da escola tava na casa de funcionária

“A prefeitura de Barueri-SP entrou com uma ação na justiça para impedir que o programa CQC divulgasse uma denúncia: O quadro mostraria uma TV doada a uma escola de Barueri, na Grande SP, que foi parar na casa de uma diretora…”

Memória:

08/05/2008 – 07:08

Quem vai demitir o irmão do prefeito de Barueri?

O secretário de educação da cidade de Barueri-SP expulsou ilegalmente 41 alunos da escola municipal Tarso de Castro.
Os alunos relatam que também foram xingados de “burros”, “bandidos”, “macacos”…
“Ele apontou pra mim e falou: você, você tem que ficar na sua casa lavando roupa e louça pra sua mãe. Aí ele apontou pra todo mundo e falou que era vagabundo, se a gente quisesse estudar a gente tinha que estudar no quinto dos infernos”, disse uma outra estudante. (leia aqui)
A diretora da escola disse que os alunos não foram expulsos… eles terim sido suspensos por tempo indeterminado…
O secretário de educação nega os xingamentos, mas confessa que expulsou os alunos… (veja aqui)

Uma resposta para “Carlos Nascimento é dono de fábrica de uniformes?

  1. Vejam os vídeos do CQC sobre o caso. Comece pela “Parte 3″ , na qual o CQC entrevista a diretora e os funcionários da Escola Municipal Tarso de Castro:
    CQC 2010 Proteste já sem censura em Barueri o roubo da TV parte 1

    (CQC mostra como foi sorteada cidade de Barueri para receber a doação de uma TV de Palsma para uma escola… detalhe: colocaram um aparelho localizador (um celular com GPS)
    CQC 2010 Proteste já sem censura em Barueri o roubo da TV parte 2
    (CQC segue as coordenadas do GPS para saber onde a TV foi parar. Entrevista o secretário de educação de Barueri, Celso Furlan)
    CQC 2010 Proteste já sem censura em Barueri o roubo da TV parte 3
    (CQC entrevista a diretora e os funcionários da Escola Municipal Tarso de Castro)
    CQC 2010 Proteste já sem censura em Barueri o roubo da TV parte 4
    (CQC entrevista o prefeito de Barueri. Rubens Furlan xinga os apresentadores de tontos, malandros, babacas e idiotas)

    CQC 2010 Proteste já sem censura em Barueri o roubo da TV parte 5
    (CQC adota a imagem de “São Furlan” como padroeiro e patrono do programa e “martir da da liberdade de expressão”)

    Comentários:
    O prefeito de Barueri, Rubens Furlan, diz que não se intimida com a presença das câmeras da equipe do CQC e nem com a TV Bandeirantes, xingando os apresentadores de “tontos, malandros, babacas e idiotas”.
    com um prefeito desse “nível”, alguém ainda duvida que seu irmão Celso Furlan, secretário de educação, não tenha xingado 41 alunos de de “burros”, “bandidos”, “macacos” (em 2008)???
    O CQC e a TV Bandeirantes não devem abandonar o caso. Devem acompanhar até a conclusão e a punição dos envolvidos. O histórico de atuação do secretário de educação Celso Furlan não deve ser esquecido.
    Por último, sugerimos uma campanha nacional em defesa dos alunos: o Brasil inteiro deveria mandar “controles remotos” para as escolas de Barueri!

    Memória:

    08/05/2008 – 07:08
    Quem vai demitir o irmão do prefeito de Barueri?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s