A farsa das eleições dos Conselhos de Escola.

O governador Geraldo Alckmin e nem o secretário de educação Herman Voldemort (Família Monstro + Bruxo da Travas) aceitaram promover o “Dia da Eleição do Conselho de Escola”, uma proposta de democratização da eleição dos conselhos de escola.
Sendo assim, já temos notícias de que as farsas eleitorais dos conselhos de escola estão correndo soltas…
Hoje, 21 de fevereiro, ás 11h30, a escola estadual EE João Maria Pires de Aguiar vai promover a sua farsa eleitoral, elegendo um conselho em um processo eleitoral viciado e sem a ampla participação dos alunos, das mães e dos pais.

Vejam que a própria Secretaria Estadual de Educação informa que deve haver assembleias distintas para eleger representantes de cada segmento:
“Os representantes de professores, especialistas de educação – diretor, vice-diretor, coordenador – funcionários, pais e alunos serão eleitos pelos seus pares, ou seja, por grupos de alunos e de pais, através de assembléias distintas, convocadas pelo Diretor de Escola. A eleição dos membros do Conselho de Escola será lavrada em ata, registrada em livro próprio e com a assinatura de todos os participantes, devendo ser afixada em local visível para toda a comunidade escolar”.

Mas, na prática, as eleições dos conselhos de escola são feitas “a bico de pena”, segundo interesse da própria diretora da escola…
Até mesmo os horários da eleição são escolhidos a dedo para dificultar a ampla participação dos alunos, das mães e dos pais…
O horário escolhido (11h30) é para favorecer aos professores… estes professores farão a mágica de estarem em dois lugares ao mesmo tempo: na sala de aula e na assembleia de eleição do conselho de escola!!!
E tudo isso com a benção das supervisoras de ensino, das Diretorias de Ensino, e com a benção especial do secretário Herman Voldmort, o qual tem rigorosamente seguido as orientações do seu padrinho político, o ex-secretário Gabriel Chalita, aquele que chamada as professoras de “anjos-caídos-do-céu” e que desprezava os alunos, seus pais e as entidades de defesa da comunidade.

Por último, desafiamos a imprensa a acompanhar uma eleição de um conselho de escola estadual e divulgar amplamente a farsa que sempre é montada… Fica a sugestão para que acompanhem a farsa na EE João Maria Pires de Aguiar (Rua dos Marapés, 17 – Vila Campestre, Jabaquara, São Paulo, 04330-070, tel.: 11 5563-0051).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s