MEC, Haddad e ENEM 2010 – prá que simplificar se podem complicar?

NON DUCOR DUCO - Não sou conduzido. Conduzo. (ex-lema de Piratininga)


Mais uma vez o ministro da educação, Fernando Haddad, engabelou os repórteres e toda a sociedade brasileira.
Depois de desmascararmos a sua tentativa de esconder as notas das escolas no ENEM 2010, agora o pré-candidato à prefeitura de Piratininga (vulgo São Paulo), candidato da má corporação de professores, disse que vai esconder o desempenho das escolas em “matemática” e em “língua portuguesa”. Quem divulgou esta informação foi o repórter Rafael Moraes Moura, do jornal O Estado de S. Paulo:
“O MEC, no entanto, não soube explicar à reportagem por que considerou as médias por dia de prova, em vez de cada disciplina isoladamente. Da forma como os dados foram divulgados, não é possível verificar, por exemplo, a variação nas notas de matemática ou de língua portuguesa nos dois últimos anos”. (“Nota média no Enem sobe 9,63 pontos em um ano”, Portal Estadão, 10-09-2011).
Será que o ministro da educação Fernando Haddad está tentando esconder o baixo desempenho das escolas em matemática, por exemplo?
Parece que os demais repórteres contentaram-se com as migalhas oferecidas pelo pré-candidato da corporação dos professores… os preguiçosos repórteres contentaram-se em receber previamente os arquivos do ENEM 2010, arquivos maquiados pelo INEP e pelo MEC… passaram um “photoshop” nas notas de matemática e de língua portuguesa…
Detalhe intrigante: por que o MEC não divulga o arquivo na íntegra também para todos os cidadãos interessados? Será alguma troca de favores com a imprensa chapa-branca?

O Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública (COEP) continua com a campanha:
– Presidenta Dilma Rousseff, Cadê as notas do ENEM 2010?

Por último, mas não menos importante, desafiamos o pré-candidato Fernando Haddad a “Implantar sistema nacional de registro de ocorrência de violência escolar, incluindo as práticas de violência gratuita e reiterada entre estudantes (bullying), adotando formulário unificado de registro a ser utilizado por todas as escolas” (Objetivo estratégico III, letra d, do 3º Plano Nacional de Direitos Humanos – decreto federal 7037/2009). Mas isso já é pedir de mais… é acreditar em “papai neol” ou “coelhinho da páscoa” ou na “fada dos dentes”… o ministro Haddad, pré-candidato da corporação dos maus professores, certamente não vai criar um sistema que identificará todos os casos de violências praticadas por maus professores…
Quem viver, verá!

São Paulo, 11 de setembro de 2011.
Mauro Alves da Silva
Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública.
http://MovimentoCOEP.nng.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s