10 coisas que o programa Fantástico (TV Globo) deveria [mas não vai] mostrar em 2012.

Não precisa ser a “Mãe Dinah” para prever que as principais causas da falência educacional brasileira continuarão sendo ignorados pelo programa Fantástico ao longo de 2012. estas são as previsões do que você não vai ver no programa Fantástico da TV Globo:
1) A atribuição de aulas na rede estadual de SP… mais parece as máfias sindicais que dominavam a distribuição de senhas para os estivadores trabalharem na carga e descarga dos navios…
2) Eleição dos conselhos de escola. A lei determina que cada segmento (alunos; mães e pais; funcionários e direção; e professores) eleja os seus representantes. Mas a prática tem demonstrado que é muito comum a diretora escolher “a dedo” cada um dos membros do conselho de escola…
3) Reunião do Conselho de Escola. Embora o conselho de escola seja o órgão máximo da escola, tendo a competência para decidir sobre calendário escolar e a proposta pedagógica, ele só é convocado para aprovar as contas da diretora e para estabelecer ilegais punições contra alunos…
4) Eleição do Grêmio Estudantil. A lei determina eleições livres e democráticas para a formação do grêmio estudantil. Além de ser uma “raridade” nas escolas públicas e privadas, ainda assim é muito comum a direção escolar controlar e até mesmo promover a escolha dos alunos do grêmio estudantil.
5) Como é a rotina diária dos alunos de uma escola pública em período integral? Além de ser uma raridade a existência de escola de temo integral no Brasil, nas escolas públicas ainda temos falta de professores, professores que faltam, péssima refeição, falta de atividades esportivas, culturais e lúdicas.
6) Nota das escolas. Na Cidade de São Paulo, um pacto da mediocridade entre a prefeitura e o pseudo sindicato das professorinhas determinou que as notas das escolas na Prova São Paulo não devem ser mostradas aos alunos, nem ás mães, nem aos pai, e nem á sociedade. No estado do Rio de janeiro e na sua capital também existem pactos da mediocridade entre os governantes e as más corporações para esconder o desempenho de cada uma de suas escolas.
7) entrevista com o “criador” da Escola da Ponte (Portugal). José Pacheco diz que aumento do salário não muda professor mau caráter… ele também diz que uniforme é bobagem… e que uma das principais funções do “professor” é ouvir os alunos… Ele cita Loraine Moureau: um terço dos professores é bom, um terço pode ficar bom; um terço deve mudar de profissão…
8) Demissão de professor por baixo desempenho em escola pública. Nuca se viu isso no Brasil. Nem mesmo professores que tiram nota zero são demitidos…
9) Observatório da Violência Escolar [proposto no 3º Plano nacional de Dirietos Humanos]. É claro que o programa Fantástico (TV Globo) vai continuar divulgando os casos de [supostas] agressões de alunos contra professores… mas não vai aprofundar sobre os verdadeiros dados sobre a violências escolar, principalmente aqueles casos em que as vítimas são os alunos e os algozes são os funcionários, os professores e a direção escolar.
10) Julgamento e eventual condenação criminal de professores que agridem alunos. Caso do professor lutador-de-jiujitsu que deu um soco no aluno de 12 anos… escola que suspende u expulsa aluno por falta de uniforme… professor que matou a esposa [também professora] e foi vender aula normalmente…

Esses são apenas 10 tópicos que certamente serão ignorados pelo programa Fantástico (TV Globo) ao longo do ano… mas tem outros pontos polêmico que também não serão tratados profundamente pela Rede globo, como a questão dos livros didáticos e a venda de periódicos (jornais e revistas) par as escolas, pois isto poderia desagradar aos refeitos e governadores que gastam milhões de reais do dinheiro público justamente com as editoras que são ligadas aos meios de comunicação, inclusive Rede Globo.

Finalmente, desejamos a todos um Feliz Ano Novo e que os deuses nos protejam da nossa gloriosa imprensa, porque, dos nossos maus governantes ainda nos resta o direito de escolhe-los através do voto.

São Paulo, 1º de janeiro de 2012.
Mauro Alves da Silva
Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública
http://movimentocoep.ning.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s