Suspensões de alunos + expulsões veladas = escolas fechadas.

professorasuspendeosalunos
Lembram quando em 2009 a corporação de professores do Estado de São Paulo aplaudiu a criação da “Cartilha dos Corvos”, que permitia a suspensão e expulsão de alunos por todo e qualquer motivo insignificante?

Pois bem!

Aqueles alunos que foram expulsos nos anos de 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, e 2015 atingiram um número tão alto que causou o esvaziamento das escolas e sobra de matrículas na rede pública estadual.

Essa prática de exclusão dos alunos aliada à baixa natalidade e a diminuição da migração do Norte e do Nordeste para São Paulo permitiu que um governo que não tem política educacional simplesmente apresentasse a proposta de se fechar salas e escolas ociosas, quando deveria estabelecer uma escola de tempo integral, com educação integral, com professores em regime de dedicação exclusiva, com efetiva participação dos alunos, das mães, dos pais e da comunidade na gestão das escolas.

continua…

São paulo, 17-10-2015.
Mauro Alves da Silva
Coordenador do http://www.MovimentoCOEP.org
Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s